Escola de Samba

A ARUC é a maior campeã dos carnavais de Brasília, tendo conquistado 31 dos 48 desfiles oficiais dos quais participou. Ela só não ganhou em 16 desfiles, sendo que em 11 deles ficou com o vice-campeonato e por três vezes em 3º lugar. Como se isso não bastasse, a ARUC detém o recorde de octacampeã do carnaval (1986 a 1993), superando inclusive o heptacampeonato conquistado no Rio de Janeiro por sua madrinha Portela.

Os enredos apresentados durante a sua gloriosa história abordaram os mais variados temas, oferecendo ao público um painel da história do nosso país, da sua arte, da sua cultura e do samba ou apresentando temas polêmicos e satíricos. Uma verdadeira aula sobre a gente e a alma brasileira. Os enredos em destaque possuem o samba gravado. Clique neles para ouvir.

N

Ano

Colocação

Local do Desfile

Enredo

1

1962

3°lugar

W3-Sul

21 de Abril - Exaltação à Brasília

2

1963

Vice-campeã

Plataforma Superior da Rodoviária  

Exaltação a Goiás

3

1964

Vice-campeã

Paltaforma Superior da Rodoviária

Exaltação à Bahia

4

1965

Campeã 

Plataforma Superior da Rodoviária

Imprensa Régia

5

1966

Bicampeã

Plataforma Superior da Rodoviária

Homenagem a Santos Dumont

6

1967

Tricampeã

W3-Sul

Homenagem a Bernardo Sayão

7

1968

Tetracampeã

W3-Sul

Dona Beja e seus amores

8

1969

Pentacampeã 

W3-Sul

Rio através dos sonhos

9

1970

Vicecampeã

W3-Sul

Chico Viola

10

1971

Campeão

W3-Sul

Brasil Gigante

11

1972

5ºlugar

W3-Sul

Noite Inspiradora

12

1973

3ºlugar

Plataforma Superior da Rodoviária

Poesia e Artes

13

1974

desclassif.

Estac. do Ginásio de Esportes

Exaltação aos imortais

14

1975

Campeã

W3-Sul

Raízes do Nosso Povo

15

1976

Bicampeã

W3-Sul

Nordeste explode em festa

16

1977

Tricampeã

W3-Sul

Chico Rei, sua História e sua Glória

17

1978

Tetracampeã

W3-Sul

Brasília na solidão do azul e branco

18

1979

Vice-campeã

W3-Sul

Yemanjá, um poema de amor

19

1980

Vice-campeã

W3-Sul

Ouro em grão, o café

-

1981

-

não houve desfile oficial

A doce ilusão do carnaval

20

1982

Campeão

Av. Comercial - Taguatinga

Da loucura da vida à ilusão do Carnaval

21

1983

Bicampeã

Eixão Sul

Viagem Imaginária a Terras das Amazonas em Busca do Eldorado

22

1984

Tricampeã

Eixão Sul

Festa para o Rei Negro

23

1985

Vice-Campeã

Eixão Sul

Levanta a cabeça meu povo e olhe pro céu

24

1986

Campeã

Eixão Sul

ARUC, 25 anos de samba, esporte e cultura

25

1987

Bicampeã

Eixão Sul

Vou me embora pra Pasárgada

26

1988

Tricampeã

Eixão Sul

Cantos e encantos da Ilha da Assombração

27

1989

Tetracampeã

Autódromo

Samba do crioulo doido, 100 anos de comédia

28

1990

Pentacampeã

Eixão Sul

Tuxaua Buopé, um guerreiro da Amazônia

29

1991

Hexacampeã

Eixão Sul

As artes e manhas do Barão de Itararé

30

1992

Heptacampeã 

Eixão Sul

O Rei sou eu

31

1993

Octacampeã

Eixão Sul

Portela, de Paulo a Paulinho

-

94/95

-

Não houve desfile oficial

 Silas de Oliveira, o Rei do Samba-Enredo

32

1996

-

A ARUC decidiu não participar por não concordar com as precárias condições de infra-estrutura da Passarela.

33

1997

Campeã

Caldeirão da Folia

Agoniza, mas não morre

34

1998

4ºlugar

Caldeirão da Folia

Pacotão, 20 anos na contramão

35

1999

Vice-campeã

Caldeirão da Folia

A viagem do Cruzeiro pelos mistérios do Universo

36

2000

Campeã

Passarela da Alegria

Do batuque ao samba, 500 anos de sons e ritmos

37

2001

Bicampeã

Passarela da Alegria

Magia, sonho, fantasia e realidade, 50 anos da televisão no Brasil

38

2002

Tricampeã

Passarela da Alegria

ARUC e Fundo de Quintal, uma só paixão

-

2003

-

Não houve desfile oficial

Cora Coralina, a poesia de Vila Boa de Goyas

39

2004

Tetracampeã

Passarela da Alegria

Sou negro, forte, destemido, batuqueiro, libertário. Sou Solano Trindade.

40

2005

3ºlugar

Ceilambódromo

Um caldeirão de culturas: de Dilermando Reis a Cássia Eller

41

2006

Campeã

Ceilambódromo

Todos os azuis do azul

42

2007

Bicampeã

Ceilambódromo

Iguaçu, As cataratas que surgiram do amor

43

2008

Vice-campeã

Ceilambódromo

Faz-me rir! De Cacareco e Carranquinha a Jajá e Juju, os personagens do humor em Brasilia

44

2009

Campeão

Ceilambódromo

O gavião abre as asas para Joãsinho Trinta, o mago do carnaval

45

2010

Bicampeã

Ceilambódromo

Brasília Mística – Os mistérios da capital dos sonhos

46

2011

Tricampeã

Ceilambódromo

ARUC Jubileu de Ouro, Uma história de amor em azul e branco

47

2012

Vice-campeã

Ceilambódromo

Portinari, as cores e as caras do Brasil

48

2013

Vice-campeã

Estac. Ginásio Nilson Nelson

O Gavião apaixonado apresenta três formas de amor

49

2014

Vice-campeã

Estac. Ginásio Nilson Nelson

Minha jangada vai sair pro mar pra festejar o centenário de Dorival Caymmi

-

2015

de 2015 a 2019

Não houve desfile oficial

Theatro ARUC: 20 anos dos Melhores do riso no Mundo da gargalhada

-

2020

-

Não houve desfile oficial

Perguntei ao espelho meu: Qual delas é a mais linda do que eu?

-

2021

-

?

Quem é maneiro mora no Cruzeiro

-

2022

-

?

?