sábado, 9 de novembro de 2019

Aruc vence 1º jogo da final do sub-15


A ARUC/Upis/AABB venceu por 4x2 a primeira partida da decisão do campeonato brasiliense de fustal sub-15 no ginásio da Portuguesa em Taguatinga Sul. O adversário foi o IMV/Ceilândia e a partida teve duas viradas de placar, com a ARUC abrindo o marcador. O IMV virou para 2x1, mas os garotos da ARUC não se abalaram e buscaram o resultado chegando ao 4x2 que dá maior tranquilidade para o próximo jogo.




A próxima partida será no dia 16 de novembro, às 15h no ginásio da AABB. A ARUC joga por um simples empate para conquistar o título da categoria mais uma vez. Venham torcer por nossos jovens atletas em busca de mais um troféu para nossa vitoriosa galeria.

Veja mais fotos do jogo clicando aqui.

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Aruc/Upis/AABB é líder absoluta na Adulto Masculina

A equipe abriu quatro pontos do segundo colocado (Brasília Futsal/Belmonte Sports), na sétima rodada do Campeonato Brasiliense
O Campeonato Brasiliense de Futsal – categoria Adulto Masculina está a mil por hora. No sábado (2), o ginásio da Associação Portuguesa de Brasília (APB) recebeu os duelos da sétima rodada, com disputas acirradas.
No primeiro duelo do dia pela categoria, em disputa equilibrada, o Cresspom/Mauá derrotou a AJJR/APB por 7 x 6. Com a vitória, a equipe ocupa a terceira colocação, somando 9 pontos na competição. Já a AJJR/APB está com 7 pontos e figura em quarto lugar na tabela.
No outro jogo, também equilibrado, a Aruc/Upis/AABB venceu o IMV/Quintino por 5 x 4 e disparou na liderança, com 13 pontos. A equipe, que folga na próxima rodada (9/11), permanecerá tranquila na liderança, pois abriu quatro pontos do vice-líder, o Brasília Futsal/Belmonte Sports, que tem 9. Já o IMV/Quintino segue na lanterna, com apenas 1 ponto conquistado até agora na competição
Oitava rodada
Sábado (9), as equipes voltam à quadra, na Associação Portuguesa de Brasília, para os duelos da oitava rodada (terceira do segundo turno). Às 13h, o IMV/Quintino tem duelo difícil contra o Cresspom/Mauá. Na sequência, às 14h30, a AJJR/APB encara o Brasília Futsal/Belmonte Sports.
Após a rodada da categoria Adulto Masculina, vale a pena se manter no ginásio da APB para acompanhar o primeiro duelo da final da categoria Sub-15 Masculina, entre Aruc/Upis/AABB x IMV/Ceilândia, a partir das 16h.

terça-feira, 5 de novembro de 2019

ARUC na final do futsal sub-15


A equipe da ARUC/Upis/AABB empatou em 2 x 2 com o Cresspom/Mauá e conquistou a primeira vaga da final do Campeonato brasiliense de futsal sub-15. O adversário será o IMV/Ceilândia e os jogos acontecem nos dias 9 e 16 de novembro. ARUC a dois jogos de mais um título.

Já pela  categoria Adulto Masculina a Aruc/Upis/AABB derrotou o IMV/Ceilândia por 5 x 4, em jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Brasiliense de Futsal.

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Comunicados da presidência

COMUNICADO 1

A Diretoria da ARUC informa o Calendário Eleitoral das eleições para a Diretoria Executiva, Conselho de Administração e Conselho Fiscal para o biênio 2020/2022:
* Dia 28/10/19 - Fim do prazo para que os sócios beneméritos, associados até está data, possam exercer o direito de votar e ser votados nas eleições para a Diretoria Executiva, o Conselho de Administração e o Conselho Fiscal para o biênio 2020/2022, nos termos do inciso IV do art. 14 do Estatuto e divulgação da relação dos sócios beneméritos habilitados;
* Dia 04/03/20 - Nomeação da Comissão Eleitoral, nos termos dos arts. 25, parágrafo 11 e 43 e seus parágrafos do Estatuto;
* Dia 16/04/20 - Fim do prazo para divulgação do Edital convocando a eleição, nos termos do art. 25, parágrafo 1.o do Estatuto;
* Dia 21/04/20 - Fim do prazo para inscrição de chapas para concorrer às eleições, nos termos do art. 25, parágrafo 10 do Estatuto;
* Dia 26/04/20 - Eleição para a Diretoria Executiva, Conselho de Administração e Conselho Fiscal para o biênio 2020/2022, nos termos do art. 25, inciso I do Estatuto.
Brasília, 28 de outubro de 2019
Moacyr Oliveira Filho
Presidente

COMUNICADO 2
Nos termos dos artigos 14, inciso IV; 25, incisos I e II,  parágrafo 13 do Estatuto Social, a diretoria da ARUC torna pública a relação dos sócios beneméritos, atualizada em 28 de outubro de 2019, habilitando-os a votar e ser votados nas eleições de abril de 2020, respeitando as demais condições e exigências estatutárias.
Caso o nome de algum sócio benemérito, das Séries A a I, não esteja na relação, favor comparecer à Secretaria, munido de documento que comprove sua associação (carteira, recibo de pagamento de taxa ou contrato de sócio benemérito) para regularizar a situação.
O próximo passo do Calendário Eleitoral de 2020 será a nomeação da Comissão Eleitoral, nos termos do disposto nos arts.25, parágrafo 11 e 43 e seus parágrafos do Estatuto Social.
Brasília, 28 de outubro de 2019
MOACYR DE OLIVEIRA FILHO
               PRESIDENTE
SÓCIOS BENEMÉRITOS
1. ABELARDO LOPES MONTEIRO FILHO – 016 D
2. ABRAHÃO LINCOLN E. DE FREITAS – 040 F
3. ABDALLAH ANTUN MESSIAS NETO – 010 F
4. ADAUTO GAMA DE OLIVEIRA FILHO – 009 J
5. ADEMIR TREMENDANI DOS SANTOS – 032A
6. ADERARDO SIMÃO DA ROCHA – 036 D
7. AGRÍCIO BRAGA FILHO – 007C
8. ALBERTO CARLOS DA SILVA MOHAMAD – 005 I
9. ALBERTO MOHAMAD FILHO – 004 I
10. ALEXANDRE BERNARDES CIDADE – 004 A
11. ALEXANDRE ROCHA DE CASTRO – 010 J
12. ANADETE GONÇALVES REIS – 067F
13. ANA PAULA SALIM BASTOS DE LIMA SANTOS – 001I
14. ANTONIO SANTOS FERREIRA – 006 I
15. ANTONIO DA SILVA LUSTOSA – 006 D
16. ANTÔNIO LEÔNCIO DA SILVA – 043 A
17. ANTONIO SOARES DO NASCIMENTO – 024 A
18. ARTUR PEREIRA DA SILVA – 066 F
19. BENEDITO ADROALDO VASCONCELOS – 052 D
20. CAIO JULIO CÉSAR DA SILVA ARANTES – 001 J
21. CARLOS ALBERTO BELO DE SANTANA – 010 G
22. CARLOS ALBERTO DOS SANTOS QUEIROZ – 039 A
23. CARLOS ALBERTO FERREIRA DE SOUZA – 038 D
24. CARLOS CESAR TOLENTINO DA GAMA - 044 A
25. CARLOS ROBERTO APOLINÁRIO NASCIMENTO – 013 C
26. CÁSSIO MARINHO – 002 J
27. CÉLIA REGINA FERNANDES DE SÁ – 042 A
28. CLÁUDIO SIMÕES DOS SANTOS – 012 J
29. CLEUBER BELCHIOR DE OLIVEIRA – 006 H
30. CLEUSA DE FREITAS – 004 H
31. DANIEL VALENTIM DOS SANTOS – 059D
32. DAYDA FERNANDES VALENTIM – 005 J
33. EDMILSON SANTANA DA BOA MORTE – 049 A
34. EDMUND JORGE HIENDLMAYER – 011 D
35. EDUARDO ANACLETO SAMMARCO – 002 H
36. EDUARDO ANDRÉ COGNASC – 009 H
37. EDUARDO DA SILVA SIQUEIRA – 007 H
38. EZEQUIEL JORGE DOS SANTOS – 003 H
39. FABERT DELAS ROBIAS – 11 I
40. FERNANDO TOLENTINO DE SOUSA VIEIRA – 002 I
41. FLAVIO VITORINO MARTINS DA COSTA – 098 A
42. FLÁVIO DA SILVA BASTOS – 002 G
43. FRANCISCO DE ASSIS AQUINO CUSTÓDIO – 007 E
44. FRANCISCO ERONÍSIO DA SILVA CORREIA – 001 G
45. FRANCISCO PAULO DO NASCIMENTO – 008 A
46. FRANKLIN CABRAL – 007 D
47. GERALDO TORRES VASCONCELOS – 048 D
48. HELIO DOS SANTOS – 003 A
49. HUDSON CUNHA – 003 I
50. IRINEU EUSÉBIO DA SILVA NETO – 050-A
51. IVAN DE LIMA MACHADO – 031 A
52. JAIR DUTRA BARRETO – 063 A
53. JANNSEN CABRAL PIMENTEL - 018 A
54. JOÃO PERCI DO CARMO PEREIRA – 057 A
55. JOÃO ROBERTO CASTILHO – 047 D
56. JONAS FIGUEIREDO DE LIMA – 055 F
57. JORGE DENILSON  DA SILVA – 012 J
58. JORGE OLIVEIRA CARDOSO DA SILVA – 018 E
59. JORGE WANDERLEY RAMOS DE SOUZA – 006 B
60. JOSÉ ALCANTARA DA SILVA – 026 A
61. JOSÉ ALDANO DE SOUZA – 008 H
62. JOSÉ ARMANDO PEREIRA DA SILVA – 016 F
63. JOSÉ BATISTA DOS SANTOS – 035 A
64. JOSÉ RIBAMAR DE SOUZA MACHADO – 007 J
65. LEILA DA SILVA MAGDALENA – 010 A
66. LENIARA ROCHA MESQUITA – 077 A
67. LEONCIO NOGUEIRA DE ALMEIDA – 014 D
68. LUIZ CESAR FIUZA DA CUNHA MALVEIRA – 001 D
69. LUIZ HENRIQUE FONSECA TEIXEIRA – 008 J
70. LUIZ HENRIQUE NAZARÉ – 020 D
71. LUIZ SALGUEIRO DO AMORIM – 081 A
72. MARCOS DO NASCIMENTO COSTA – 008 I
73. MÁRCIO BARBOSA COUTINHO – 009 C
74. MARIA CRISTINA GONÇALVES REIS – 005 E
75. MARIA DIVINA FARIA DE GOUVEIA – 032 F
76. MARIA DOLORIDES AUGUSTO GUEDES – 062 D
77. MARIA GOORET NOGUEIRA DE ALMEIDA – 009 I
78. MARIA HELENA QUEIROZ REIS – 009 G
79. MARIA ONÉLIA ALENCAR GOMES – 060 D
80. MARIA DO ROSÁRIO DE F. PIRES – 039 F
81. MIGUEL LUNARDI – 004 B
82. MOACIR PUTINI – 017 A
83. MOACIR TREMENDANI SANTOS – 018 A
84. MOACYR DE OLIVEIRA FILHO – 006 C
85. MOYSES FERNANDES FILHO – 003 – J
86. NAILDA GERALDA P. DE CARVALHO – 004A
87. NEWTON ANTUNES DE OLIVEIRA JUNIOR – 004 G
88. ODILON BARBOSA FONSECA – 049 F
89. PAULO CÉSAR BULHÕES WASSOUF – 010 I
90. PAULO DE TARSO CAMPOS GUIMARÃES – 004 J
91. PAULO ROBERTO GONÇALVES – 048 F
92. PEDRO PAULO CAETANO – 007 I
93. RAFAEL FERNANDES DE SOUZA – 001 H
94. REINALDO DOS REIS – 005 H
95. REGINALDO SARDINHA – 011 J
96. RITA DE CASSIA TREMENDANI SANTOS – 015 A
97. ROBERTO GONTIJO DE AMORIM – 014 C
98. ROBSON JOSÉ DE OLIVEIRA DA SILVA - 012 I
99. ROGÉRIO AVELLAR RAYMUNDO – 008 G
100. ROGÉRIO WEGLES – 034 D
101.  RONALDO NASCIMENTO – 006 J
102. RONALDO TEIXEIRA DA CUNHA – 033 F
103. RUBENS DE SOUZA – 005 G
104. RUI ALBERTO TELLECHEA – 012 C
105. SÉRGIO LUIZ CECÍLIO DE FREITAS – 019 A
106. SIMONE DA SILVA BEZERRA – 010 H
107. SINVAL SIMÕES NETO – 063 F
108. THERESINHA DE JESUS BORSATO DE MORAIS – 069 F
109. THOMPSON DE CERQUEIRA RAMOS – 007 G
110. VALTER XAVIER DOS SANTOS – 014 G
111. VIRLEY DA SILVA ROCHA – 003 G
112. WALDEMIRA MACIEL DA SILVA - 005-A
113. WELLINGTON CAMPOS – 012 A

sábado, 26 de outubro de 2019

Alunos do CEFAB visitam Aruc


Recebemos na tarde de quinta-feira a visita de alunos do Centro de Ensino Fundamental Athos Bulcão, do Cruzeiro Novo. Os alunos vieram conhecer a sede e a história da Aruc para um trabalho organizado pelo prof. Mattheus e foram recebidos por nosso diretor administrativo Rafael Fernandes que apresentou a sede e falou sobre nossa vitoriosa história.





Os alunos conheceram a Sala de Troféus, o Salão Nilton Sabino, a área das tendas e observaram o campo de futebol e toda a área da sede.






Na manhã deste sábado aconteceu na escola a ExpoCefab, com diferentes trabalhos sobre cultura e a Aruc foi o tema da turma do 7º F, coordenada pelo professor Mattheus. Na sala foi exposto um troféu e uma bandeira, e os alunos produziram cartazes com versos sobre o Cruzeiro e a Aruc e em uma TV passavam vídeos com nossos sambas-enredo. Um belo trabalho e que reforça nossa ligação com a comunidade cruzeirense.




segunda-feira, 21 de outubro de 2019

ARUC 58 ANOS

Hoje, a ARUC comemora seus 58 anos de existência e de uma história gloriosa, dedicada ao samba, ao esporte e à cultura do DF e do Brasil.
Para comemorar a data, apresento à comunidade, aos componentes, amigos e parceiros, um balanço de nossas atividades, realizações, projetos, vitórias e conquistas, nos últimos 4 anos, dessa gestão que se encerra em abril de 2020.
Tenho a certeza de que, apesar das dificuldades, conseguimos avançar muito e manter nossa entidade viva e atuante.
Agradeço aos meus companheiros de diretoria, aos conselheiros, aos Departamentos de Carnaval, de Esportes e Cultural, aos ritmistas, intérpretes, passistas, casais de Mestre-Sala e Porta-Bandeira, Harmonia, atletas e treinadores das equipes de esportes, baluartes, aos nossos funcionários, parceiros e amigos, que me ajudaram e dividiram comigo as tarefas de manter nossa entidade em atividade permanente.
Parabéns ARUC!


UM BALANCO DE 4 ANOS DE GESTÃO – 2016/2020

Nos últimos quatro anos, apesar das dificuldades impostas pela não realização dos desfiles das escolas de samba que, entre outras coisas, afasta nossos componentes e reduz as possibilidades de arrecadação de recursos, fundamentais para a manutenção de nossa entidade, a atual Diretoria da ARUC tem conseguindo manter as atividades, durante todo ano, com importantes eventos e ações no samba, no Carnaval, no esporte, na cultura e em projetos comunitários, ocupando generosos espaços na mídia e oferecendo, como é da nossa tradição, opções de lazer para a nossa comunidade, componentes, amigos e parceiros.

No ano em que comemoramos 58 anos de vida e 10 anos do nosso registro como Patrimônio Cultural Imaterial do DF, apresentamos um balanço dessas atividades, nos últimos quatro anos, dando continuidade ao trabalho das gestões que nos antecederam.

Em janeiro de 2017, conseguimos nossa maior conquista, nos últimos 20 anos: a legalização da área que ocupamos, desde 1974, com a assinatura do Termo de Cessão de Uso da área, e que estava vencido há quase 20 anos. Apesar de alguns aspectos restritivos desse documento, que engessa nossas alternativas de parcerias, ele foi importante para nos dar segurança jurídica.

No Carnaval, apesar da não realização dos desfiles nos últimos 5 anos, mantivemos nossas atividades regularmente, ocupando os espaços disponíveis e mostrando que a ARUC é uma escola de samba que desfila porque existe, e não uma escola de samba que existe para desfilar.

Sem a realização dos desfiles, participamos dos eventos públicos, organizados pelo GDF, estreitamos nossas relações com blocos de rua e outras entidades carnavalescas, como o Galinho de Brasília, o Suvaco da Asa, o Virgens da Asa Norte, a Bateria Furiosa do DF e o Bloco Fio Desencapado, o Maracatu Baque Mulher, o Batalá, entre outros, realizando eventos conjuntos e em parcerias, e promovemos ensaios e eventos, com a participação das entidades carnavalescas co-irmãs.

Além disso, nesses 4 anos, reforçando nosso compromisso com a nossa comunidade, realizamos, na terça-feira de Carnaval, nosso tradicional desfile pelas ruas do Cruzeiro, saindo do Kioske Jeito Carioca.

Participamos, também, como convidados, de importantes eventos carnavalescos e pré-carnavalescos, como o Carnaval do CCBB, a apresentação Cantos de Carnaval, com o Coral dos funcionários do Banco do Brasil, o Bailinho Infantil do Pátio Brasil, com a realização de oficinas de percussão e dança para as crianças, o bloco Pauta Na Rua, dos jornalistas do Correio Braziliense, o Baile da Melhor Idade, realizado pela Administração Regional do Cruzeiro, a entrega das chaves da Cidade ao Reinado de Momo pelo Governador do DF, em 2019, o Carnaval do Hospital Sarah, o Bloco dos Raros, para crianças portadoras de doenças raras, e a mobilização para doação de sangue no período carnavalesco, feita pelo Hemocentro, entre outras.

Realizamos, também, exposições sobre a história da ARUC e sua importância para o Carnaval de Brasília, no Pátio Brasil, no Ministério do Planejamento e no Parque da Alegria, onde fomos homenageados. E participamos da gravação de um vídeo institucional da Caixa Econômica Federal, realizado em nossa quadra.

Mantivemos o Grupo Show – ARUC SAMBA SHOW em funcionamento, realizando inúmeras apresentações em eventos públicos e privados, promovemos escola e oficinas de percussão e, mais recentemente, fizemos ajustes na direção da nossa Bateria, visando reestruturá-la e resgatar antigos ritmistas que estavam afastados, com vistas à esperada volta do desfile das escolas de samba, em 2020.

Confiando no compromisso do GDF de que os desfiles das escolas de samba voltarão a ser realizados em 2020, lançamos nosso enredo e nosso samba-enredo para o Carnaval 2020, em maio deste ano, e de lá para cá, temos realizado ensaios mensais e ensaios semanais da Bateria.

Participamos de importantes eventos oficiais, como a Mostra 100 Anos do Samba, em abril de 2016, promovida pela Casa de Cultura da América Latina, da Recepção da Tocha Olímpica, em maio de 2016, do Projeto Maratona do Samba, em julho de 2016, das festas dos 57 e 58 anos de Brasília, promovida pela Secretaria de Cultura do GDF, da gravação ao vivo do DVD Sinfonia dos Direitos, do Maestro Jorge Antunes, em maio de 2017, da abertura dos Jogos Escolares do DF, em junho de 2017, da abertura dos Jogos Regionais da APCEF, em junho de 2019, da Festa da Criança, organizada pelo GDF, no Parque da Cidade, e outubro de 2019, entre outros eventos públicos, privados e comunitários.

Fiel à nossa tradição, realizamos, em nossa quadra, eventos com grandes nomes do samba, como Toninho Geraes, Mart´nália, Monarco, Délcio Luiz, Ronaldinho do FDQ, Vou pro Sereno, Marquinhos Sensação, Xande de Pilares, Grupo Raça, Nelson Rufino, Fabiana Cozza, Reinaldo, Fundo de Quintal, Jorginho do Império, Arlindinho, Salgadinho, Pique Novo, entre outros, além de sambistas locais, e estreitamos, ainda mais, as nossa relações com a madrinha Portela, em parceria com o Consulado da Portela no DF, com eventos com a participação de Monarco, Tia Surica, Noca da Portela, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Serginho Procópio, Dorina, Marquinhos do Pandeiro, Tuco Pelegrino, Beto Fininho e Gilsinho, intérprete oficial da Portela.

Gravamos, em 2018, com apoio do FAC, o CD Sambas Históricos da ARUC, com os sambas-campeões, que ainda não haviam sido gravados, lançado numa festa com a presença de Monarco e Tia Surica, da Portela.

Na área social, participamos de várias ações, como o Projeto Vida Padre Gailhac, em São Sebastião, o Natal Solidário, entre outras, como apresentações em escolas, shows e feijoadas beneficentes e com entrada com a doação de alimentos não perecíveis, para serem entregues a instituições beneficentes.

Fomos contemplados, em agosto de 2018, com o Prêmio FAC Cultura e Cidadania, na Categoria Culturas Populares, Saberes e Fazeres das Culturas.

Reorganizamos o Departamento Cultural e realizamos duas edições do tradicional e histórico Canta Gavião, em abril e outubro de 2019.
E, por meio de parcerias, oferecemos aulas de capoeira, Kangoo e Dança de Salão.

Em setembro de 2019, recebemos a visita da embaixatriz da República Popular da China, Sra. LU Yanliu, acompanhada de outros diplomatas chineses. A comitiva ouviu uma exposição sobre a história e as atividades da ARUC, visitou a Sala de Troféus, a Sala de Memória, a quadra de ensaios, assistiu a uma pequena apresentação da Bateria, das passistas e do casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira e a embaixatriz demonstrou grande interesse nos nossos projetos e atividades.

Institucionalmente, participamos do processo de criação da Federação Nacional das Escolas de Samba – FENASAMBA, desde 2017, e o presidente Moacyr Oliveira Filho é Secretário-Geral da entidade. Além disso, o presidente Moacyr integra, como representante da sociedade civil e da ARUC, o Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural do DF – CONDEPAC-DF, desde novembro de 2018, como membro titular.
No esporte, firmamos uma parceria com a Escola de Futebol Toque de Classe, conveniada do Grêmio de Footbal Porto Alegrense, que mantém um núcleo em atividade na ARUC, com escolinha de futebol para crianças e adolescentes, nossas equipes de handebol feminino master têm participado com sucesso de competições locais e nacionais da categoria, como o Brasil Master Cup, do qual foi campeã, em 2017, e vice-campeã, em 2019, e vai participar, como única equipe brasileira convidada, do Masters Handeball World Cup, que será realizado, de 14 a 17 de maio de 2020, na Croácia.

A equipe de handebol masculino adulto UPIS/KFH/ARUC foi campeã brasiliense de 2018, ao vencer a forte equipe da UNB por 2 gols de diferença, em dezembro de 2018, e campeã do Jogos Abertos de Goiás, representando Valparaíso.

Mantivemos em atividade nossas equipes de futsal masculino, em várias categorias, que têm obtido bons resultados, bem como equipes de futebol de campo, que disputaram, em 2019, os Campeonatos Brasiliense de Infantil, Juvenil e de Juniores.

Promovemos uma completa revitalização da nossa sede, com a pintura das quadras de esporte e arquibancadas, e dos muros externo e interno, além de uma nova programação visual do Espaço Nilton Sabino, com painéis e placas indicativas, e da Sala de Memória Durval Leite Ribeiro, que recebeu fotos e painéis de carnavais históricos.

Demos continuidade ao Projeto Memória da ARUC, de recuperação e digitalização de fotos e documentos históricos, mantendo atualizados os perfis Memórias do Cruzeiro e Memórias das Escolas de Samba de Brasília.

Em julho de 2019, fundamos o Instituto ARUC Cultural para atuar como um braço dinâmico da ARUC, com a finalidade de desenvolver projetos voltados para a preservação da memória e do patrimônio cultural local. E regularizamos a documentação do Grêmio Carnavalesco Cacique do Cruzeiro, também com o objetivo de ajudar na captação de recursos para projetos culturais da ARUC.

Apesar de todas essas vitórias, que são inegáveis, ainda enfrentamos sérias dificuldades para a manutenção mensal da entidade, em função da falta de mecanismos para uma arrecadação permanente e regular de recursos e do baixo comprometimento e envolvimento de nossos diretores, conselheiros e componentes no cotidiano da entidade. Mesmo assim, temos conseguido manter os compromissos financeiros mensais em dia, como o pagamento de salários e despesas de água, luz, telefone e internet, apesar de ainda termos dívidas tributárias, fiscais e trabalhistas e empréstimos pessoais de diretores, de exercícios anteriores, que estão sendo equacionadas.

Perto de concluirmos mais um mandato à frente da entidade, que se encerra em abril de 2020, temos a consciência do dever cumprido, e vamos nos concentrar na preparação do Carnaval de 2020, se realmente a volta dos desfiles for confirmada, com o objetivo de reconquistar o título de Campeã do Carnaval de Brasília.

A partir de agora, nosso lema é: ARUC 2020, Rumo à 32ª estrela!

Juntos, somos mais fortes.
Brasília, 21 de outubro de 2019
Moacyr de Oliveira Filho
Presidente

A Aruc tem aniversário celebrado pelo samba de Gilsinho da Portela

Gilsinho da Portela, expoente dos carnavais da Marquês de Sapucaí, traz apresentação na Aruc
por Irlam Rocha Lima em 20/10/2019, do Correio Braziliense

Gilsinho da Portela se apresenta hoje na Aruc

Filho de Jorge do Violão e afilhado de Casquinha, ex-integrantes da Velha Guarda da Portela; amigo do Mestre Monarco, presidente de honra da tradicional escola de samba de Madureira, Gilson da Conceição, o Gilsinho, integra a agremiação desde 1993; e, há três anos, se fixou como intérprete da azul e branco — função que já havia exercido em outras oportunidades — em desfiles no carnaval carioca na Marquês de Sapucaí.

Embora tenha esse pedigree portelense, como profissional do canto, tem emprestado o talento vocal para outras escolas do Rio de Janeiro e de São Paulo. Fora do período da folia, ele costuma fazer shows pelo país, inclusive em Brasília, onde esteve por quatro vezes, sempre a convite da Associação Recreativa Cultural Unidos do Cruzeiro (Aruc), a afilhada da Portela e sede do consulado portelense na capital.

Com dois discos lançados, Gilsinho está de volta a esta instituição brasiliense, localizada no Cruzeiro Velho, como atração principal da festa comemorativa dos 58 anos, que ocorre neste domingo (20/10), a partir das 17h. Da celebração participam também do grupo Quinteto + 1, dos cantores Fabinho do Samba e Luciano Ibiapina, da Bateria Furiosa e da bateria, intérpretes, passistas, casais de mestre-sala e porta-bandeira da Aruc. Durante o evento, vão ser coroadas a rainha da bateria (Anaalice Patrocínio), a madrinha da bateria (Gisele Araújo) e a musa da escola (Gelda Matos).

A Aruc foi fundada em 21 de outubro de 1961 por um grupo de funcionários públicos, transferidos do Rio de Janeiro para a nova capital. Nesses 59 anos de existência ganhou 31 títulos de campeã do carnaval de Brasília — é a única octa-campeão, com títulos conquistados entre 1986 e 1993. Afilhada da Portela, foi batizada em janeiro de 1962, por Natal da Portela, com a presença do compositor Candeia e da porta-baneira Vilma Nascimento. Pelo seu trabalho no samba, na cultura e no esporte, foi reconhecida como Patrimônio Imaterial do Distrito Federal, em 2009.

Três perguntas// Gilsinho


A Portela foi a primeira escola que o teve como intérprete?
Embora eu seja integrante da Portela desde 1993, estreei como intérprete de samba-enredo na escola paulistana Vai Vai, em 2001. Depois, passei pela Braroca Zona Sul (2004) e Vila Maria (2005), também em São Paulo. Na Portela, inicialmente, fiquei como intérprete entre 2006 e 2013. Em 2014 e 2015, estive na Villa Isabel; e voltei à Vai Vai em 2015. Desde 2016, estou fixo na Portela, embora tenha estado também na Vai Vai em 2015 e 2018.


Você interpretou samba-enredo também na Argentina?
Sim. Em 2012 e 2013, fui intérprete do samba da escola Sierras del Carnaval, em San Luis, na Argentina.


O que a Portela propõe para o carnaval de 2020?
Vamos fortes para para a Marquês de Sapucaí com um samba que enaltece a cultura indígena, Guajupiá, terra sem males, enredo idealizado pelos carnavalescos Renato e Márcia Lage, que conta a história dos primeiros habitantes do Rio de Janeiro.

Gilsinho da Portela
Show do intérprete da escola de samba carioca neste domingo (20/10), no encerramento da programação comemorativa dos 58 anos da Aruc, no Cruzeiro Velho. Antes, a partir das 17h, se apresentam cantores e grupos brasilienses, além da bateria e outros integrantes da agremiação brasiliense. Os ingressos, à venda no local, custam R$ 25 (em dinheiro) e R$ 30 (no cartão). Não recomendado para menores de 16 anos.